Rua José Batista Soares, 343 - Distrito Industrial II - Sertãozinho - SP

Conheça nossas Soluções

Pensar em gestão da vida do ativo é bem mais do que simplesmente adequar a um código de projeto. A Engenharia de Confiabilidade é responsável por monitorar o ativo durante o seu Ciclo de Vida e em desenvolver métodos que cada vez mais sejam personalizados e que garantam a segurança operacional e disponibilidade.

Mapeamento de Ativos

Cuidar dos ativos é fundamental para garantir a disponibilidade e, principalmente, a segurança do patrimônio e dos colaboradores envolvidos com a sua operação. Para garantir uma boa gestão de ativos é fundamental que exista um excelente mapeamento dos equipamentos.

A Welding através de seus engenheiros qualificados oferece serviços de Mapeamento de Ativos para evitar o risco de surpresas nos equipamentos que não foram mapeados dentro da planta.

Elaboração de Plano de Manutenção

Manutenção, engenharia e inspeção precisam andar juntas para garantir a otimização de custos, redução de retrabalhos e preservação da integridade física dos ativos.

O nosso departamento de Engenharia de Confiabilidade em parceria com a manutenção do cliente desenvolve planejamento e Plano de Manutenção para que, durante paradas gerais ou paradas programadas, seja possível a realização de todas as ações de forma organizada e eficiente. Manutenções organizadas e eficientes são traduzidas em redução direta de custos de manutenção.

Avaliação de Viabilidade de Adequação e Definição de melhorias

Inspeções podem gerar uma grande lista de recomendações que devem ser atendidas para garantir a integridade física do ativo. Entretanto, são muitos os tipos de adequação que, às vezes, são aplicáveis.

Com engenheiros capacitados e em conjunto com o departamento de manutenção do cliente é possível realizar uma avaliação de viabilidade, que consiste em ver tecnicamente qual o método mais eficaz, além de uma avaliação financeira para verificação de possibilidades de otimização de custo a médio e longo prazo.

Elaboração de Planos de Inspeção

Todo monitoramento de integridade tem como parte fundamental a inspeção e toda inspeção nasce de um Plano de Inspeção.

Nossa Engenharia elabora Planos de Inspeção personalizados para cada equipamento da planta e assim, todos os pontos de interesse, ensaios e preparações necessárias são definidos conforme o ativo.

Os planos de inspeção obrigatoriamente são baseados em: Histórico Operacional, Histórico de Inspeções, Mecanismos de Dano Teóricos, Mecanismos de Dano Práticos, Códigos de Projeto internacionalmente reconhecidos.

Elaboração de Plano de Ação

Muitos equipamentos têm extraviadas ou inexistentes a sua documentação. A reconstituição do desenho é fundamental para o entendimento do real layout e dimensões do equipamento, assim como dar base para possíveis avaliações de engenharia e até o mapeamento de ações de monitoramento do ativo.

Análise de elementos Finitos

O Plano de Ação, elaborado por um Profissional Habilitado, contém os possíveis métodos para adequação de cada item, além dos responsáveis pelo processo de adequação.

Inspeções levantam não conformidades, que pedem tratativas específicas. Estas devem ser definidas por uma engenharia multidisciplinar para que sejam eficazes e cada vez mais assertivas.

Avaliação de eficiência de manutenção

A manutenção de excelência é um item fundamental na indústria moderna onde, para garantir o tempo de disponibilidade de ativos, é fundamental que todas as manutenções preventivas, preditivas e corretivas sejam devidamente realizadas em prazo hábil.

de Wrench Time, metodologia de avaliação da efetividade e aproveitamento de horas da manutenção.

Desenvolvimento de Matriz de Risco

Através da avaliação de criticidade e probabilidade de falha de cada não conformidade levantada é elaborada a Matriz de Risco, que auxilia na priorização do atendimento das não conformidades.

Os planos de ação para adequação da integridade e às normas regulamentadoras podem gerar volumes muito altos de itens a serem avaliados que, às vezes, não são praticáveis em períodos curtos de tempo.

As matrizes podem ser desenvolvidas para: Risco a Segurança, Risco ao meio ambiente, Risco financeiro, Risco a imagem da instituição.